União Europeia vai coordenar resposta contra nova mutação do vírus

uniao-europeia-vai-coordenar-resposta-contra-nova-mutacao-do-virus
Jornal Lagoa News
Reunião entre os países-membros da UE foi convocada com urgência

Reunião entre os países-membros da UE foi convocada com urgência
EFE/EPA/Johann Geron

Convocados pela presidência da União Europeia (UE), os 27 membros da UE irão realizar nesta segunda-feira (21) uma reunião urgente para coordenar uma resposta à nova mutação do novo coronavírus, que apareceu no Reino Unido e motivou restrições em cadeia e cancelamento de voos em todo o continente.

“A presidência convocou os membros dos Estados da UE para essa reunião urgente para discutir o gerenciamento da crise”, disse neste domingo (20) o porta-voz da UE, Sebastian Fischer.

Os acordos prevêem a tomada rápida de decisões, de maneira politicamente coordenada. A agenda irá debater quais medidas a UE deve tomar frente ao aparecimento de uma nova mutação do novo coronavírus, que ocorreu no Reino Unido e já gerou reações em cadeia com medidas ainda mais restritivas.

A Espanha, por exemplo, solicitou, neste domingo, às autoridades da União Europeia uma resposta comunitária e coordenada para impedir o tráfego aéreo com o Reino Unido. Alguns países já adotaram essas medidas de restrição, iniciada pela Holanda.

Somaram-se à Holanda na decisão países como Bélgica, Itália, Áustria, Irlanda, França, Alemanha e Bulgária, enquanto a Grécia estabeleceu medidas restritivas aos visitantes do Reino Unido em seu país, com um isolamento obrigatório de sete dias a quem vem daquela região.

Mutação enigmática

A assessora médica de saúde na Inglaterra, Yvonne Doyle, confirmou neste domingo a “grave preocupação” e a “preocupación” frente ao aumento no número de contágios pelo novo coronavírus, que chegou a 35.928 novos casos hoje, quase o dobro dos contabilizados há uma semana.

Yvonne afirmou que os novos casos concentram-se em Londres e no sudoeste inglês, embora tenha dito ser prematuro concluir que os novos casos estejam relacionados à nova mutação do coronavírus.

Ela declarou, ainda, que não há indícios de que essa variante seja mais letal que as anteriores, porém certamente tem se mostrado mais contagiosa, o que acendeu o alerta para um novo isolamento em toda a Grã-Bretanha.

Segundo cientistas britânicos, a nova mutação acelera em até 70% mais a transmissão do vírus e parece ser responsável pelo inquientante aumento no número de novos infectados em Londres e em várias regiões no leste e sudeste da Inglaterra, o que acabou por confinar mais de 20 milhões de pessoas em suas casas nesss regiões.

Jornal Lagoa News
Paulo da Costa
Jornalista e escritor, repórter do Jornal Lagoa News.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.