SP terá aulas presenciais mesmo com aumento de casos de covid-19

sp-tera-aulas-presenciais-mesmo-com-aumento-de-casos-de-covid-19
Jornal Lagoa News
Governo vai permitir volta às aulas mesmo com aumento de casos de covid

Governo vai permitir volta às aulas mesmo com aumento de casos de covid
Bruno Rocha/Fotoarena/Folhapress – 03.11.2020

O governo de São Paulo vai permitir a reabertura das escolas no estado em 2021 mesmo com o aumento de casos de covid-19 em todo o Estado. A informação foi confirmada na coletiva de imprensa desta quinta-feira (17) no Palácio dos Bandeirantes, na capital. O decreto que autoriza a retomada das aulas em todas as fases do Plano São Paulo será assinado pelo governador nesta quinta-feira e publicado na sexta-feira (18) no Diário Oficial. 

Leia mais: SP confirma primeiro caso de reinfecção por covid-19 no estado

O secretário de educação Rossieli Soares afirmou a escola é um ambiente seguro para crianças e adolescentes. A abertura no Estado, segundo ele, ocorre o dia 8 de setembro, em mais de 60% do território teve atividades presenciais.

“A prioridade é ter atividades presenciais cumprindo os protocolos de segurança. Não tivemos nenhum caso de transmissão localizada em escolas. Não ter a escola funcionando tem prejuízos irrecuperáveis, principalmente na primeira infância”, afirmou. “Não podemos esperar termos a vacinação completa para a volta às aulas. Não podemos vincular a volta às aulas à vacinação. Se precisar fechar o resto, que se feche”, disse o secretário.

Leia também: Coronavírus na escola: o que diz a ciência sobre os riscos da volta às aulas?

De acordo com o secretário, a abertura será regionalizada. Haverá uma diferença na retomada entre o ensino básico e o superior. O ensino superior só abre na fase amarela, com limite de presença de até 35%. Na educação básica, estão autorizadas as atividades escolares, mesmo na fase amarela e vermelha, com até 35% da ocupação. Na bandeira amarela, a ocupação passa a ser de 70% na educação básica.

Veja a regra abaixo:

Veja a regra para ocupação nas aulas presenciais em São Paulo

Veja a regra para ocupação nas aulas presenciais em São Paulo
Divulgação

Soares afirmou que o Estado criou um sistema de monitoramento de contatos na rede estadual e privada. “Isso foi desenvolvido junto com especialistas de saúde e será disponibilizada para os municípios que não têm conselho próprio”, disse. 

O início da volta às aulas rede estadual é 1º de fevereiro de 2021. Durante o mês de janeiro, haverá atividades especiais para alunos que necessitam. A quantidade de alunos por sala de aula, segundo ele, observará as regras de distanciamento. 

Doria confirmou o início da vacinação no Estado para 25 de janeiro. “A opinião pública ainda quer saber quando o programa nacional de imunização será iniciado. São Paulo apoiará o plano”, afirmou. O governador voltou a dizer que o Brasil precisa de todas os imunizantes que atualmente estão em desenvolvimento. 

Jornal Lagoa News
Paulo da Costa
Jornalista e escritor, repórter do Jornal Lagoa News.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.