SP retoma aulas presenciais; veja as regras para segurança dos alunos

sp-retoma-aulas-presenciais;-veja-as-regras-para-seguranca-dos-alunos
Jornal Lagoa News

Escolas retomam atividades presenciais nesta segunda-feira na capitalEscolas retomam atividades presenciais nesta segunda-feira na capital  –  Rubens Cavallari/Folhapress – 03.11.2020

A cidade de São Paulo retomou, nesta segunda-feira (12), as aulas presenciais nas escolas da rede municipal e particulares após o anúncio do governo estadual do retorno à fase vermelha do Plano São Paulo. A rede estadual só abriu para tirar dúvidas de pais e alunos, as atividades escolares voltam na quarta-feira (14).

De acordo com a Seduc (Secretaria Estadual de Educcação) a retomada das atividades escolares ocorre de maneira gradual e facultativa, com limite máximo de 35% dos alunos por dia em cada escola. Todas as instituições de ensino devem seguir as normas sanitárias como distanciamento social, uso obrigatório de máscara e álcool em gel (veja todas as regras).

Capacidade – cada escola poderá trabalhar com até 35% da capacidade total em sala de aula. Ou seja, em uma unidade escolar com mil estudantes, somente 350 poderão ter aulas presenciais a cada dia, e os demais continuarão a cumprir atividades remotas. Cada escola deverá definir o revezamento de alunos, e cada estudante deverá ter ao menos um dia de aula presencial por semana. A definição do revezamento levará em conta a capacidade física de cada unidade escolar.

Protocolos de segurança – As escolas vão obedecer a rígidos protocolos de segurança para a reabertura. Entre eles, estão o distanciamento de 1,5 m entre as pessoas, inclusive na sala de aula, com exceção da educação infantil; recreios e intervalos com revezamento das turmas em horários alternados; horários de entrada e saída escalonados para evitar aglomerações; veto a feiras, palestras, seminários e competições esportivas.

Medidas de higiene – As medidas específicas de higiene pessoal também devem ser adotados nas escolas, como distribuição de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para professores e funcionários, uso obrigatório de máscara nas instituições de ensino e no transporte escolar, fornecimento de água potável em recipientes individuais e higienização frequente das mãos com água e sabão ou álcool em gel.

O R7 apurou que a adesão foi baixa em algumas escolas neste primeiro dia. Na EMEF João Pedro de Carvalho, na zona leste, apenas cinco alunos compareceram às aulas presenciais nesta manhã. A SME (Secretaria Municipal de Educação) informa que todas as 4 mil escolas estão abertas nesta segunda.

Neste momento, os pais podem optar se enviam seus filhos às escolas ou não, o ensino remoto será mantido. A SME  orienta que neste primeiro momento a recomendação é para “que os estudantes possuem acesso ao ensino remoto, se possível, permaneçam em casa.”

Ainda de acordo com SME, a prioridade para o atendimento aos alunos filhos dos profissionais dos serviços essenciais: saúde, educação, assistência social, transporte público, segurança e serviço funerário. Os estudantes em situação de vulnerabilidade também serão atendidos dentro dos protocolos sanitários.

Os estudantes que optaram pelo ensino remoto é obrigatória a realização das atividades online. No caso dos alunos da rede municipal, devem usar a plataforma Classroom ou material impresso retirado nas escolas. Na rede estadual as aulas são transmitidas diariamente pelo Centro de Mídias da Secretaria de Educação do Estado, por aplicativo ou pela TV Educação e TV Univesp. As escolas particulares seguem seu próprio planejamento.

Manifestação

 

Profissionais da Educação protestaram em frente a Prefeitura na manhã desta segunda. Segundo o Sindsep (Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias no Município de São Paulo), servidores estão em greve há 62 dias e relatam os riscos da retomada das aulas na rede municipal de Ensino em meio ao agravamento da pandemia.

Entre as reivindicações do sindicato, a vacinação deve ser realizada em todos os profissionais das escolas, a testagem deve ser realizada periódicamente, além da garantia de máscaras e escudos faciais.

Vacinação

 

LUCAS LACAZ RUIZ/ESTADÃO CONTEÚDO – 12.04.21

No sábado (10), o governo do estado deu início a primeira fase da vacinação dos profissionais da Educação acima de 47 anos. E primeira etapa contempla professores, merendeiras, auxiliares de limpeza, cuidadores, diretores e vice-diretores, secretários de escola e coordenadores. A expectativa é vacinar 350 mil profissionais.

Atividade Essencial

undefined

A retomada das aulas presenciais ocorrerá em razão da reclassificação do Plano SP anunciada nesta sexta-feira. A educação básica é considerada atividade essencial pelo Estado de SP, por isso as atividades podem ser mantidas durante a fase vermelha.

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.