Relembre os principais fatos da relação entre EUA e China em 2020

relembre-os-principais-fatos-da-relacao-entre-eua-e-china-em-2020
Jornal Lagoa News

Poucos países podem afirmar que terminaram 2020 com uma relação tão conturbada quanto China e EUA. Desde o começo do ano, os dois travaram disputas comerciais, bloqueios de aplicativos, trocas de farpas por conta da pandemia e ameaças

Travando uma briga comercial desde 2018, EUA e China finalmente chegaram a um acordo em janeiro, com uma queda nos investimentos chineses nos EUA e uma taxa altíssima que barra a entrada de produtos do gigante asiático em solo americano

O que parecia o começo de uma relação amigável e cordial em janeiro, acabou no primeiro trimestre. Em janeiro, a China alertou o mundo sobre o perigo do novo coronavírus, que pode ter aparecido em um mercado de Wuhan. Os EUA não ouviram o alerta e a pandemia chegou desoladora no país

Atualmente, os EUA são o país com o maior número de casos e mortes por covid-19 no mundo. Desde que o vírus chegou por lá em março, o país se dividiu entre regiões que tomaram medidas de proteção contra a doença e os negacionistas. Por meses, Trump jogou no segundo time, não decretou uma quarentena nacional e minimizava a pandemia

Mais de uma vez, Trump e o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, chamaram o coronavírus de “vírus chinês” e jogaram a culpa na China pela pandemia ter se espalhado pelo mundo. Além de criticar o país asiático, Trump também atacou a OMS, que dizia ser um “fantoche chinês” e deixou de financiar a organização em retaliação

Pompeo chegou a alegar que o coronavírus foi produzido em um laboratório chinês e disse que os EUA tinham provas. Porém, elas nunca foram divulgadas e ainda é incerta a origem do vírus

Em outubro, Trump e a primeira-dama, Melania Trump, anunciaram que estavam com covid-19. Além deles, outras figuras importantes do círculo do governo também ficaram doentes, incluindo o advogado do presidente, Rudy Giuliani

Com a escalada de tensão entre as nações, os EUA fecharam o consulado chinês em Houston, no Texas, como uma ação para proteger a propriedade intelectual e informações privadas do país. A China negou que tivesse roubado qualquer informação americana

Como represália, o governo chinês fechou o consulado americano na cidade de Chengdu. Na ocasião, dezenas de curiosos foram à porta do local para tirar fotos e assistir a saída dos americanos

Com a tolerância baixa para produtos vindos da China, Trump também quis banir o popular aplicativo TikTok do país. Na aplicação, usuários podem fazer vídeos curtos, de até 1 minuto, e se tornou febre entre os jovens durante o isolamento

Uma condição para o TikTok continuar funcionando no país seria ser comprado por alguma empresa de tecnologia americana. Com isso, começou-se uma disputa entre gigantes da internet e de outros ramos. No fim, a Oracle e o Walmart ganharam a briga e vão controlar o aplicativo no país

Com as eleições americanas em novembro, a China esperou até ter a confirmação do vencedor do pleito para parabenizá-lo. Trump foi derrotado pelo democrata Joe Biden, que assume o cargo em janeiro, mas especialistas acreditam que a postura do novo presidente com o gigante asiático deve ser de cautela e cuidado, ainda que com uma retórica menos agressiva

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.