Pousa 1º voo comercial direto entre Marrocos e Israel

pousa-1o-voo-comercial-direto-entre marrocos-e-israel
Jornal Lagoa News
Delegação foi encabeçada por Jared Kushner, genro de Donald Trump, e foi o primeiro voo comercial entre Marrocos e Israel

Delegação foi encabeçada por Jared Kushner, genro de Donald Trump, e foi o primeiro voo comercial entre Marrocos e Israel
EFE/David Azagury

O primeiro voo comercial direto entre Marrocos e Israel aterrissou nesta terça-feira (22) em Rabat, procedente de Tel Aviv, com uma delegação israelense e outra americana, liderada por Jared Kushner, genro e assessor do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, após o acordo de normalização de relações anunciado no dia 10.

Leia mais: Marrocos isola cidade de Tânger devido a focos de covid-19

A delegação americana conta com o enviado para o Oriente Médio, Avi Berkowitz, e o diretor executivo da Corporação Financeira de Desenvolvimento Internacional dos EUA, Adam Boehler.

Já a delegação israelense é liderada pelo assessor de Segurança Nacional, Meir Ben Shabat, que viaja com os ministros de Saúde, Turismo e Economia e Finanças.

O avião que leva as delegações é da companhia aérea israelense El Al, com a palavra “paz” em hebraico, árabe e inglês, além do símbolo cultural da mão de Fátima.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores israelense, Hassan Kaiba, disse à Agência Efe que a agenda da viagem inclui uma visita de ambas as delegações ao mausoléu de Muhammad V e uma recepção no palácio, onde será feita a assinatura de vários acordos entre representantes marroquinos e israelenses nos âmbitos de agricultura, comércio e tecnologia, além da assinatura do acordo de reabertura dos escritórios de relações em Rabat e Tel Aviv.

Leia mais: Israel assina acordos históricos com países árabes

Kaiba destacou que, embora as relações entre Marrocos e Israel tenham sido suspensas em 2000, a cooperação entre os países continuou de maneira não oficial.

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.