Passagem do transporte coletivo: redução de R$ 4,10 para R$ 3,95

Reportagem de Paulo Costa e José Diomedece

Jornal Lagoa News

Por acatamento de liminar do TCE (Tribunal de Contas do Estado), a tarifa do transporte coletivo de Campo Grande volta a ser cobrado R$ 3,95 a partir desta quinta-feira (9). O Consórcio Guaicurus já foi notificado da decisão.

A reportagem do Lagoa News presenciou a comemoração dos usuários em alguns terminais. O servente de pedreiro, Maurício de Andrade (42), morador do Bairro Portal Caiobá, aproveitou a “oportunidade” para fazer a recarga no cartão.  “Acho que logo voltará ao valor que estava sendo cobrado, aproveitei a oportunidade para recarregar o cartão”. Para a vendedora Aparecida Dias (36), que mora no Rancho Alegre, “os valores cobrados pelo transporte coletivo em nossa cidade não condiz com a realidade, os atrasos dos ônibus são frequentes, carros velhos, sujos e não possuem o mínimo de segurança”. A mesma opinião tem o borracheiro Adelson Ferreira (25), do Bairro São Conrado: “O valor de R$ 3,95 já está muito caro e deveria ser mudado para um valor mais acessível para a população”.

Na verdade, a decisão não tem caráter definitivo e ainda depende dos trâmites legais. A reportagem tentou contato com o presidente do Consórcio Guaicurus, Sr. João Rezende, mas não conseguiu.

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.