Palmeiras vence Emelec no Equador e segue 100% na Libertadores

Jornal Lagoa News
Atacante Rony comemora gol do anotado durante Palmeiras e Emelec pela Libertadores

Atacante Rony comemora gol do anotado durante Palmeiras e Emelec pela Libertadores
TWITTER/STAFF CONMEBOL

O Palmeiras segue imbatível na Libertadores. A vítima da vez foi o Emelec, que não foi capaz de superar o atual bicampeão do torneio mesmo jogando em casa. Com gols de Rony e Gabriel Veron ainda no 1º tempo, e um belo gol de Breno Lopes na etapa final, o Verdão fez 3 a 1 no Estádio George Capwell, em Guayaquil, no Equador, e manteve a ponta do Grupo A com 100% de aproveitamento. João Rojas, na etapa final, descontou para o time da casa.

Agora, o time comandado pelo técnico Abel Ferreira tem três vitórias em três jogos, com 14 gols marcados e dois sofridos até aqui.

Pela quarta rodada, o Verdão encara o Independiente Petrolero na Bolívia no dia 03 de maio (uma terça-feira). No primeiro encontro entre eles, Rafael Navarro fez quatro e o Palmeiras atropelou vencendo por 8 a 1 no Allianz Parque. 

Antes, o Alviverde volta a campo pela Copa do Brasil, quando encara a juazeirense no próximo sábado (30), pela terceira fase da competição. Devido a agenda de shows no Allianz Parque, a partida será na Arena Barueri. 

 

 

 

 

 

 

O jogo
O duelo contra o Emelec começou com o Palmeiras dominante. Aos 9′, Rony desperdiçou a primeira grande chance. O camisa 10 palmeirense contou com a falha da defesa e frente a frente com Pedro Ortiz, do Emelec, mas finalizou fraco.

Já aos 12′, em uma troca de passes ofensiva, Gustavo Scarpa apareceu dentro da grande área e chutou na trave adversária.

O Palmeiras tanto pressionou o Emelec que, aos 18′, em lançamento longo de Gustavo Scarpa da direita para a esquerda, o atacante Wesley cruzou de primeira para o meio da grande área e Rony, de cabeça, abriu o placar para o Verdão. Com o gol, ele ainda assumiu a artilharia do clube na história da Libertadores, com 13 gols.

Logo aos 24′ o Palmeiras aumentou a vantagem. Gabriel Veron, Scarpa e Danilo pressionaram e roubaram a bola na faixa central, Danilo lançou de primeira para Veron, que arrancou do meio-campo e bateu cruzado tirando do goleiro Ortiz, com a perna esquerda: 2 a 0.

Perto do fim do primeiro tempo, aos 41′, Rony teve a chance de ampliar. Ele finalizou cruzado depois de um passe do Gabriel Veron, venceu o goleiro rival, mas o zagueiro Guevara salvou em cima da linha.

Segundo tempo
Precisando tirar o prejuízo de dois gols, o Emelec se atirou para o ataque e logo aos 5′ assustou o goleiro Weverton em chute de fora da área de Alexis Zapata.

Aos 15′, o Palmeiras conseguiu o primeiro ataque na etapa final e perdeu uma chance íncrivel com Rony. O atacante tentou cabecear uma bola que já estava praticamente no chão e perdeu.

O castigo veio dois minutos depois. Sebastián Rodríguez mandou um passe longo, o lateral-direito Mayke falhou feio no corte e o atacante João Rojas, cara a cara com Weverton, não desperdiçou e guardou: 2 a 1.

O time da casa cresceu no jogo. Aos 22′, depois de um erro na saída de bola palmeirense, Cabezas cruzou na área e tentando afastar o perigo, Kuscevic deu um bico na bola com a perna esquerda, mas o corte foi para trás e quase garantiu o empate dos equatorianos.

Aos 30′, depois de um bate e rebate na área, em decorrência de um escanteio, o zagueiro Quintero, que entrou ainda no primeiro tempo, conseguiu chutar em direção ao gol e Weverton espalmou para fora.

Aos 38′, Gabriel Menino, que tinha acabado de entrar, ganhou uma dividida no meio-campo e finalizou no gol de Pedro Ortiz, que defendeu com um soco para frente.

O Emelec seguiu tentando buscar o gol de empate, mas a boa defesa palmeirense segurou a vantagem. No fim, ainda deu tempo de Breno Lopes sacramentar a vitória alviverde com um belo gol. O relógio já marcava 47′ quando ele ganhou a dividida, avançou pela lateral e mandou na área, mas a bola encobriu o goleiro Ortíz e entrou: 3 a 1 e fim de papo no Equador.

FICHA TÉCNICA
Emelec 1 x 3 Palmeiras
Local: Estádio George Capwell, em Guayaquil (Equador)
Data e hora: quarta-feira (27/4), às 21h (de Brasília)
Arbitragem: Patrício Loustau (Argentina)
Auxiliares: Ezequiel Brailovsky e Diego Bonfa (ambos da Argentina)
Quarto árbitro: Fernando Rapallini (Argentina)
Cartão amarelo: Quintero aos 33′ 1º/T, Guevara aos 3′ 2º/T e Dixon Arroyo aos 35′ 2º/T(Emelec); Wesley aos 11′ 2º/T e Gustavo Scarpa 35′ 2º/T (Palmeiras)

Gols: Rony aos 18′ 1º/T, Gabriel Veron aos 24′ 1º/T e Breno lopes aos 47’/2ºT (Palmeiras); João Rojas aos 17′ 2º/T (Emelec)

EMELEC (EQU): Pedro Ortiz; Anibal Leguizamon (Quintero), Eddie Guevara, Carabalí e Bruno Pittón; Dixon Arroyo, Sebastian Rodriguez (Romário Caicedo), João Rojas e Alexis Zapata; Alejandro Cabeza e Alejandro Cabeza. Técnico: Ismael Rescalvo.

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Gustavo Gómez e Kuscevic; Piquerez, Atuesta (Fabinho), Danilo, Gabriel Veron (Breno Lopes) e Gustavo Scarpa (Gabriel Menino); Wesley (Jorge) e Rony (Navarro). Técnico: Abel Ferreira.

Liverpool vence o Villarreal por 2 a 0 e fica perto da final da Champions

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.