Negociação com Renato esfria e Cuca volta a ser ‘Plano A’ do Atlético-MG

Jornal Lagoa News
Lance

Lance

 

Renato Gaúcho fica mais longe do Galo e Cuca volta a ser “Plano A” do time mineiro para o ano de 2021, após a saída de Jorge Sampaoli. As negociações entre Atlético-MG e Renato Gaúcho travaram e não devem ter uma retomada, mesmo com o treinador do Grêmio ficando sem contrato em breve.

A informação foi veiculada inicialmente pelo repórter Rafael Pfeiffer, da Rádio Guaíba, e confirmada pelo L!. Com essa mudança de rumo, Cuca pode aparecer no alvinegro nos próximos dias.

O empresário de Renato veio a BH conversar com a direção do Galo, mas o clube mineiro não quer esperar até o fim da Copa do Brasil, em que o Grêmio decide o título com o Palmeiras, para contar com o técnico. E, isso deu força para uma nova rodada de conversas com Cuca, que deixou o Santos após o fim do Brasileirão.

Na última sexta-feira, 26 de fevereiro, em entrevista ao BH Sports, o diretor de futebol Rodrigo Caetano falou do perfil que o clube quer para comandar a equipe este ano.

– Num primeiro momento, a gente gostaria de esgotar as possibilidades entre os técnicos brasileiros, não deixando de lado também a possibilidade de técnicos estrangeiros, que é uma realidade no nosso país. Mas eu acho muito importante, quando você está num clube desse tamanho, a pessoa que vier ter um entendimento do que o clube deseja dele – disse o dirigente.

Cuca tem história no Atlético, quando ficou entre 2011 e 2013, com 153 jogos no comando do time, sendo bicampeão mineiro (2012 e 2013) e campeão da Libertadores (2013).

Todavia, ele vem tendo resistência da torcida atleticana por uma acusação de estupro ocorrida em 1987, quando era jogador do Grêmio.

A definição de Cuca no Galo deve acontecer rápido. Mas, se houver uma negativa do treinador, o time mineiro voltará à estaca zero na busca por um comandante.

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.