Não há restrições aos passageiros que desembarcam nos aeroportos do Brasil provenientes da China

Jornal Lagoa News

Por que aqueles 34 repatriados que o governo brasileiro buscou na China através do deslocamento da aeronave da FAB (Força Aérea Brasileira) foram submetidos a um isolamento com período de observações antes de serem liberados? Por quê? Ademais, até mesmo os 24 membros da equipe técnica que foi à China ficaram isolados. Todavia, os passageiros que estão desembarcando nos aeroportos internacionais do Brasil, em voos provenientes da China, epicentro do surto do novo Coronavírus (CoVid-19), não estão sendo submetidos a qualquer tipo de restrições.

O fato que chamou a atenção para a falta de controle sanitário dos passageiros que estão desembarcando nos aeroportos brasileiros provenientes da China, diz respeito ao jovem Gabriel Santana, de 24 anos que está internado em área isolada no Hospital Regional de Ponta Porã com suspeita de contaminação com o Coronavírus. Ele desembarcou no aeroporto de Guarulhos (SP) em aeronave que veio da China. O histórico da viagem aponta que o paciente viajou para a Tailândia e fez conexão em Pequim na ida. Em viagem de turismo o moço fez uma turnê de 14 dias na Ásia. Não há informações até o momento de quanto tempo ele teria permanecido em solo chinês. Após seu desembarque em Guarulhos-SP, sem qualquer restrição sanitária, exames ou controle de saúde o jovem viajou de carro para Ponta Porã, um percurso de quase 1.200 quilômetros.

Felizmente, pelo menos até o momento, não há qualquer confirmação de que Gabriel esteja contaminado com o Coronavírus. Fora isso, é aterrorizante pensar na possibilidade inversa, pois até ter sido isolado em área hospitalar, é praticamente impossível enumerar a quantidade de pessoas que ele teria mantido contato, pois, realizou viagem de longa distância e, por certo, manteve diálogo e proximidade com outras pessoas em postos de combustíveis, restaurantes, praças de pedágios, e assim por diante.

No final da tarde desta quarta-feira (26), o correspondente do Jornal Lagoa News esteve no Aeroporto de Guarulhos (SP) e confirmou que não está existindo ainda nenhuma restrição àqueles que estão desembarcando dos aviões que chegam da China ou países limítrofes. Após passar 30 dias na China, o brasileiro Genício Mathias, ao desembarcar contou que “não passou por nenhum tipo de controle de saúde”.  A única ação efetiva diz respeito a um comunicado impresso que está sendo entregue a passageiros que desembarcaram hoje (26), trazendo alguns conselhos no sentido de que “se durante o voo ou ao desembarcar da aeronave você tiver febre, tosse ou dificuldade para respirar procure imediatamente o posto médico do aeroporto e informe o local da procedência da sua viagem”, além de informações básicas concernentes à higiene pessoal e cuidados necessários.

Documento entregue aos 
passageiros que desembarcaram 
hoje em Guarulhos (SP).

Em resumo, fica pairando no ar quanto a premente responsabilidade de um controle sanitário pela Anvisa e demais órgãos da área da saúde pública diante dos passageiros que estão desembarcando no Brasil provenientes da China e demais países cujo nível de infecções do Coronavírus tem alcançado índices progressivos.

Deve-se concluir a presente matéria jornalística reproduzindo a inquirição introdutória, por ser extremamente relevante: Por que aqueles 34 repatriados que o governo brasileiro buscou na China através do deslocamento da aeronave da FAB (Força Aérea Brasileira) foram submetidos a um isolamento com período de observações antes de serem liberados? Por quê?

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.