Marcos Coimbra: “as fake news elegeram Bolsonaro”

Brasil 247

Jornal Lagoa News

247 – O sociólogo e presidente do Instituto Vox Populi, Marcos Coimbra, participou nesta quarta-feira (27) do programa “Giro das 11”, da TV 247, e comenta a respeito da operação da Polícia Federal que investiga a rede de notícias mentirosas criada por bolsonaristas.

Ele  relembra que “o bolsonarismo surgiu através das fake news” e que foram fundamentais no pleito eleitoral que elegeu Bolsonaro.

Coimbra considera que ação do STF “chega com atraso de um ano e meio”. “As suspeitas que algo de podre estava ocorrendo veio antes do segundo turno”.

O jornalista também relembra que o final do primeiro turno presidencial de 2018 “foi marcado por ciberataques”. “Muitos ataques semelhantes aos que ocorreram nos EUA”, acrescenta ele.

“Foi uma campanha de difamação contra Haddad, usaram contas fora do Brasil, isso não é liberdade de expressão”, diz ele.

Coimbra também ressalta que o STF promove a ação contra a rede bolsonarista de mentiras por interesse próprio, pois agora a as notícias fraudulentas voltaram-se contra a Suprema Corte. “Antes, quando o ataque era a esquerda, não fizeram nada”, conclui o sociólogo.

Saiba mais sobre o caso:

(Reuters) – A Polícia Federal cumpre 29 mandados de busca e apreensão em cinco Estados e no Distrito Federal no âmbito do inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para apurar ataques contra a corte e seus ministros, informou a corporação em nota nesta quarta-feira.

De acordo com a PF, os mandados são cumpridos na capital federal e no Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina.

As diligências foram determinadas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo, que preside o inquérito, aberto pelo presidente da corte, Dias Toffoli, em março do ano passado para apurar notícias falsas e ameaças contra ministros do tribunal. A abertura do inquérito por iniciativa de Toffoli foi alvo de críticas, já que o comum é que inquéritos sejam abertos pelo Judiciário atendendo a pedidos de outros órgãos. O inquérito corre sob sigilo de Justiça.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.