Mães começam hoje trabalho nas escolas municipais de SP

maes-comecam-hoje-trabalho-nas-escolas-municipais-de-sp
Jornal Lagoa News
Entre sexta e domingo, 3.156 mães tiveram contratações oficializadas

As mães selecionadas para participar do Programa Operação Trabalho Volta às Aulas, da prefeitura da São Paulo, começaram oficialmente seus trabalhos nesta segunda-feira (1º).

Entre sexta-feira (26) e domingo (28), 3.156 das 4.543 escolhidas para o programa compareceram a postos do Cate (Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo) para ter suas contratações oficializadas.

Aquelas que ainda não conseguiram comparecer nas datas citadas podem procurar os postos do Cate, entre 10h e 16h, para regularizar sua situação.

Veja também

  • Embu das Artes (SP) inicia vacinação de idosos acima de 78 anos

    São Paulo

    Embu das Artes (SP) inicia vacinação de idosos acima de 78 anos

     


  • Doria assina decreto que considera atividades religiosas essenciais

    São Paulo

    Doria assina decreto que considera atividades religiosas essenciais

     


  • Com alta de casos, SP cria mais 124 leitos para pacientes com covid-19 

    São Paulo

    Com alta de casos, SP cria mais 124 leitos para pacientes com covid-19

     

  • Para que uma mãe possa participar do projeto, é preciso ter mais de 18 anos, morar em São Paulo (SP), estar desempregada há mais de quatro meses, não receber benefícios como seguro-desemprego e não ter renda familiar superior à metade do valor do salário mínimo.

Trabalhos

O trabalho das mães será no auxílio à fiscalização do cumprimento dos protocolos de saúde e distanciamento social nas escolas, como forma de combate à disseminação do novo coronavírus.

Para a esta função, com contrato de seis meses e carga horária de 30 horas semanais – 24 horas de atividades nas frentes de trabalho e seis horas para cursos de qualificação –, elas irão receber um benefício de R$ 1.155 mensais.

Jornal Lagoa News
Paulo da Costa
Jornalista e escritor, repórter do Jornal Lagoa News.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.