Inauguração da Base Operacional da Guarda Civil Metropolitana

Região Urbana do Lagoa

Jornal Lagoa News

Na manhã deste sábado (21) foi inaugurada a Base Operacional da Guarda Civil Metropolitana da Região do Lagoa, sediada na Rua da Pátria, nº 673 – Bairro Belo Horizonte,  a qual atenderá 12 bairros através de rondas preventivas, ostensivas e repressivas, em apoios à Polícia Militar e Polícia Civil da capital.

A cidade de Campo Grande – MS, está dividida em 7 regiões urbanas e uma delas é a Região Urbana do Lagoa que integra os bairros: Taveirópolis, União, Bonança, Buriti, São Conrado, Santa Emília, Caiobá, Tijuca, Batistão, Coophavila II, Leblon e Tarumã. São esses bairros que a GCM sediada na Base Operacional da Região do Lagoa estará atendendo.

Estiveram presentes na inauguração da nova Base Operacional, o Prefeito Marquinhos Trad, Vice-Prefeita, Adriane Lopes, Secretário Especial de Segurança e Defesa Social, Valério Azambuja, Engenheiro Rudi Fiorese, Secretário Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Anderson Gonzaga, Superintendente do Comando da Guarda Civil Metropolitana, Rodrigo Barbosa Terra, Diretor Presidente da Fundação Municipal de Esportes, Marly Messias, Presidente da Associação dos Moradores do Bairro Belo Horizonte, Marlene Mendes, Presidente do Clube de Mães do Bairro Belo Horizonte, Luiz Coronel, Vice-Presidente do Conselho Regional da Região Urbana do Lagoa, Dagmar Carpezani Lopes, Assessor Parlamentar do Senador Nelsinho Trad, Leondas Delmondes (Donda), Presidente da Associação dos Moradores do Bairro Guanandi, Marcos Rodrigues Marques, Superintendente de Gestão do Cuidado na Secretaria Municipal de Saúde, José Arantes de Souza, representante da Associação Comunitária do Grande Aero Rancho, Flávio de Jesus Muniz, Conselheiro de Segurança da Região do Lagoas, Vereadora Dharleng Campos (idealizadora e autora do projeto), Vereador William Maksoud, Vereador Valdir Gomes, bem como representantes, líderes comunitários e moradores da região.

Em seu discurso, o Prefeito Marquinhos Trad, entre outras questões básicas de segurança, declarou:

“Estamos vivendo nessa onda de terror e pavor, sabem por quê? Porque um irmão não é solidário ao outro. E quando digo ‘solidário’, não estou dizendo para você dar dinheiro ao próximo; não estou dizendo pra você empestar o seu carro ou a sua casa ao próximo. O que queremos é que você não agrida ao outro. É tão difícil isso? É apenas isso. Que você não abuse de crianças, não bata em mulheres… Se você quer se divertir na mesa de um bar, não vá armado. Mas, cada vez mais, postos de polícia. Nós tivemos que abrir um concurso agora para guardas porque o número de 1200 já não é mais suficiente. Então, estrutura-se mais, gasta-se mais quando poderíamos arrumar muitas outras coisas em benefício de todos nós”.

A área construída para o gerenciamento da Guarda Municipal na Região do Lagoas conta com 130 m², em uma terreno de 600 m² que estará gerenciando 75 servidores da Guarda Municipal Metropolitana e distribuindo atividades de segurança, treinamento e preparo operacional. A obra teve início em 25/04/2019 e 145 dias após (21/09/2019) foi inaugurada e entregue a população.

Na Região do Lagoa, a GCM estará atendendo 14 Unidades de Saúde, 13 Unidades Escolares, 15 Escolas Municipais de Educação Infantil – EMEIs (antigos Ceinfs), e mais 10 setores do município, totalizando 52 estabelecimentos. Então, diga-se de passagem,  as atividades dos servidores da Guarda Municipal sediados na nova Base Operacional são abrangentes e intensas, pois, além desses atendimentos as guarnições de serviços deverão atender as ocorrências e anseios dos moradores da Região Urbana do Lagoa.

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.