General ministro da Saúde mente à assembleia mundial da OMS e diz que governo Bolsonaro “dialoga” com governadores

Jamil Chade - Colunista Uol

Jornal Lagoa News

Eduardo Pazuello, o general ministro interino da Saúde, discursou na manhã desta segunda-feira (18) e garantiu à comunidade internacional que o governo de Jair Bolsonaro atua em “diálogo” com o restante das esferas de poder no combate ao coronavírus. O discurso, que falseou toda a política do governo Bolsonaro desde o início da pandemia, foi feito diante da Assembleia Geral da Saúde, organizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Pazuello não não citou uma só vez a própria OMS. informou o colunista Jamil Chade. “Mergulhado em conflitos e tensões com os estados, com o Congresso e o STF, uma das grandes dificuldades do governo Bolsonaro tem sido a de coordenar posições. O Planalto tem ainda liderado ataques contra governadores estaduais, ameaçado o Congresso e pressionando o Judiciário. Nada disso, porém, fazia parte do discurso de Pazuello. Por videoconferência, ele se apresentava diante de uma foto do presidente e da bandeira do Brasil”, relatou Chade.

O general-ministro esquivou-se de falar sobre o aumento de casos do coronavírus ou sobre a recusa do governo em aceitar as recomendações da OMS.

Causou espanto em Genebra, onde está a sede da OMS, o fato de o Brasil indicar a participação de um militar, principalmente diante do número elevado de especialistas reconhecidos e nomes de alto gabarito do país na Saúde. A regra, porém, estipula que um país deve ser representado no evento pelo chefe-de-governo ou por um ministro.

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.