Ex-presidente FHC alerta: Ditadura pode voltar

Brasil pode enfrentar um novo “paredão”

Jornal Lagoa News

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse ter a sensação de que o Brasil pode enfrentar um novo “paredão”, numa referência à ditadura militar, que governou o país de 1964 a 1985. Ele falou numa live do jornal Valor Econômico nesta segunda-feira (4), em conversa com o sociólogo e professor emérito da USP José de Souza Martins.

Para ele, as Forças Armadas não estão preparando um golpe. “[Mas] podem ser levadas a [isso].”

O ex-presidente disse que a democracia brasileira vive uma crise e demonstrou receio em relação ao que pode acontecer nos próximos meses. “Tenho a sensação de que podem me ocorrer coisas desagradáveis. Coisas muito desagradáveis vão começar. No ano que vem faço 90 anos. É muita idade. A esta altura, ter que encontrar um paredão outra vez… É duro”, disse FHC.

Para ele, há um movimento claro para o golpe:  “Há o impulso, o ímpeto de pessoas, inclusive do presidente [Bolsonaro]. É grave.”

FHC disse ter a “sensação” de que quem comanda o país “não tem noção da realidade” e criticou o tempo gasto por Bolsonaro com brigas com as instituições. “Além da pandemia e da recessão, temos falta de comando. É o que menos ajuda para sair da crise.”

“Estamos em uma espécie de vazio muito perigoso porque quem falar duro pode ganhar. Porque a sociedade está com medo e com medo pode levar para qualquer lado. Por enquanto, ninguém está falando com a rigidez que é possível. Se falar, pobre de nós”, disse FHC.

Para o ex-presidente, Bolsonaro pode ser afastado do cargo. Ele afirmou ainda que quem defende a democracia deve se opor ao que está acontecendo no país: “É ruim para a democracia mais um impeachment, mas acontece.”

Leia também:

Bolsonaro manda jornalistas calarem a boca e chama Folha de jornal patife e mentiroso (vídeo)

Por que a educação deveria parar na quarentena, por Alexandre Filordi

Símbolo de assassinatos e tortura na ditadura, “Major Curió” é recebido por Bolsonaro

Militantes organizadores do ato golpista financiam acampamento no STF e citam “extermínio da esquerda”

Presidente Bolsonaro nomeia novo diretor-geral da Polícia Federal

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.