Espanha restringe circulação após projeção de aumento de casos

espanha-restringe-circulacao-apos-projecao-de-aumento-de-casos
Jornal Lagoa News
Espanha vai ampliar medidas de restrição a partir de segunda-feira

Espanha vai ampliar medidas de restrição a partir de segunda-feira

Javier Cebollada / EFE – Arquivo

Várias partes da Espanha, entre elas a capital, Madri, vão reforçar as atuais restrições de mobilidade urbana a partir de segunda-feira, em uma tentativa de conter um aumento dos contágios pelo novo coronavírus após as festas de fim de ano e evitar uma terceira onda da pandemia.

Leia também: Espanha supera marca de 50 mil pessoas mortas por covid-19

Desde o início da crise sanitária, a Espanha acumulou 1.928.265 contágios e 50.837 mortes, de acordo com os últimos números divulgados pelo Ministério da Saúde, na quinta-feira.

Porém, os dados divulgados pelas autoridades regionais nas últimas 48 horas indicam um aumento acentuado de infecções e óbitos para a próxima semana.

Circulação reduzida

 

Em Madri, mais de 500 mil pessoas que vivem em 18 das chamadas zonas básicas de saúde (subdivisões territoriais baseadas em proximidades de centros de saúde) e cinco municípios da comunidade autônoma serão proibidos de entrar e sair dessas áreas a partir de segunda-feira, exceto em casos laborais justificados ou de emergência.

A decisão foi anunciada hoje em uma entrevista coletiva pelo conselheiro da Saúde de Madri, Enrique Ruiz Escudero, que pediu respeito ao cumprimento das medidas.

O conselheiro previu um aumento na incidência do vírus, atualmente em 369 casos por 100.000 habitantes (mais de 250 é considerada de alto risco), como resultado das festas de fim de ano, mas considerou prematuro falar em uma nova onda da covid-19.

As autoridades sanitárias de Madri também confirmaram hoje nove casos da variante britânica do coronavírus na região.

Na Andaluzia, no sul da Espanha, onde foram comunicados 1.237 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, o governo regional ordenou o fechamento de vias em oito municípios próximos de Gibraltar, depois que o governo do território britânico anunciou um ‘lockdown’ de 14 dias para toda a população.

A decisão se deve ao “preocupante” aumento dos contágios por coronavírus nos últimos dias, 172 desde ontem, como explicado hoje em comunicado pelo ministro-chefe de Gibraltar, Fabian Picardo.

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.