Entenda por que países estão retomando medidas anticovid

entenda-por-que-paises-estao-retomando-medidas-anticovid
Jornal Lagoa News

Um ano e meio após o início da pandemia, a covid19 ainda está longe de ser erradicado no mundo — e, apesar da ampla cobertura vacinal
em muitos países, novas variantes vêm ganhando força. O R7 conversou com o infectologista
Estêvão Urbano, diretor da SBI (Sociedade Brasileira de Infectologia), para
entender os erros dos países que retrocederam no combate à crise sanitária e o
que pode ser feito para reverter a situação

*Estagiária do R7 sob supervisão de Pablo Marques

A Austrália, que no início da pandemia foi amplamente
elogiada pela sua gestão no combate à crise sanitária, agora tem várias cidades
em confinamento devido ao avanço da variante Delta. Segundo Urbano, o retrocesso se
deve a uma combinação de dois fatores: “falsa sensação de segurança” e baixa
cobertura vacinal

“Pelo fato de a Austrália ter investido em medidas de
isolamento social, foram registrados poucos casos e mortes por covid e as
pessoas, então, acharam que estava tudo bem — que podiam tirar a máscara e provocar
aglomerações. Agora, elas estão pagando o preço por isso. Um agravante é que a campanha
de vacinação no país está lenta e o índice de imunizados ainda é baixo em
comparação com diversos outros lugares”, afirma

Nos Estados Unidos, por sua vez, a situação é justamente o
oposto — o país é um dos que mais vacina no mundo e, até o momento, tem metade
de sua população totalmente imunizada contra a covid-19. Por outro lado, os EUA
registraram, na quinta-feira (5), o maior número de casos diários em seis meses
— mais de 100 mil —, e espera-se que o número de contágios chegue a 200 mil por
dia nas próximas semanas

“Ao contrário da Austrália, os Estados Unidos têm a maior
parte de seus cidadãos protegidos contra a covid, mas é importante lembrar que
a vacina, por si só, não faz milagre. Não é prudente, portanto, permitir que as
pessoas circulem nas ruas sem máscara e provoquem aglomerações, como foi feito
nos EUA”, diz

De acordo com o infectologista, o caso dos Estados Unidos é bastante
semelhante ao de diversos países da Europa, como Reino Unido, Portugal e
Espanha. Todos têm a maioria de sua população totalmente vacinada contra a
covid-19, mas fizeram uma reabertura precoce dos estabelecimentos e agora estão
vendo o número de casos subir

“Me parece que vários países da Europa confiaram demais na
vacina. Quando o Reino Unido tinha 60% de seus cidadãos vacinados com uma única
dose, apesar da rápida disseminação da variante Delta, o governo já articulava um plano de desconfinamento, que teve sua última etapa
no final de junho, com a reabertura de todos os estabelecimentos”, afirma

“Apesar de a vacina ser a principal
ferramenta no combate à pandemia, vale ressaltar que ela não impede o contágio, tampouco a transmissão
da covid. Sendo assim, mesmo aqueles que já completaram o esquema de vacinação
devem continuar mantendo todos os protocolos de higiene e segurança”, completa

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.