Construção da Escola Municipal no bairro Caiobá II

Início das Obras

Jornal Lagoa News

Trata-se de uma luta e anseio dos moradores da região que perdura por quase 8 anos. Engana-se quem imagina que a conquista surgiu de repente, através de um simples requerimento de algum vereador que tenha tomado posse na última legislatura, por exemplo, pois, desde julho de 2014 que o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) havia repassado para o município o valor de  R$ 684.673,78 representado pela primeira parcela.

Por que, então, a obra não se realizou sendo que o Paço Municipal já possuía a verba inicial? Ocorre que, por precaução, para não paralisar a obra diante da morosidade da liberação da verba complementar (R$ 3.423.368,88) optou-se em aguardar a conclusão do valor orçado para iniciar a construção, o que aconteceu há poucos dias.

Diante de longa espera pelo complemento da verba, em 2017, o prefeito Marquinhos Trad buscou junto ao Ministério da Educação recursos para viabilizar o projeto e, desta forma, poder realizar o sonho dos moradores do Caiobá com a construção de mais uma unidade escolar.

A nova escola que está sendo edificada nas imediações do Conjunto Habitacional Celina Jalad (bairro Caiobá II), em um terreno com mais de 18.000 m³ deverá atender mais de 700 crianças desde as séries iniciais até o 9º ano, abrigando-as em 12 salas de aula, além de uma quadra poliesportiva coberta para atividades afins.

A região do Caiobá, no momento, possui apenas uma unidade escolar localizada no bairro Portal Caiobá, a Escola Municipal Antônio Lopes Lins que possui um contingenciamento de vagas acima da sua capacidade normal e será desafogada com o funcionamento da nova unidade que deverá ser inaugurada no segundo semestre de 2020.

 

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.