Conselho da ONU pede adesão total ao cessar-fogo entre Israel e Hamas

conselho-da-onu-pede-adesao-total-ao-cessar-fogo-entre-israel-e-hamas
Jornal Lagoa News

Mulher israelense entrega flor a idosa após anúncio de cessar-fogo Mulher israelense entrega flor a idosa após anúncio de cessar-fogo – Ronen Zvulun/Reuters

O Conselho de Segurança da ONU pediu no sábado (22) “total adesão” ao cessar-fogo entre Israel e o Hamas, em sua primeira declaração unânime desde o início do conflito em 10 de maio, indicaram fontes diplomáticas.

“Os membros do Conselho de Segurança saudaram o anúncio de um cessar-fogo a partir de 21 de maio e reconheceram o importante papel do Egito e de outros países da região”, acrescenta o documento aprovado até pelos Estados Unidos após a eliminação de um parágrafo sobre a condenação de violência no texto inicial. Além disso, o Conselho destacou “a necessidade imediata de assistência humanitária à população palestina, especialmente em Gaza”.

Veja também

  • Israel afirma que Hamas e outros grupos utilizam escudos humanos

    Internacional

    Israel afirma que Hamas e outros grupos utilizam escudos humanos

     


  • Israel acusa Hamas de ter 'premeditado' o conflito

    Internacional

    Israel acusa Hamas de ter ‘premeditado’ o conflito

     


  • Biden diz que ajudará a 'reconstruir Gaza' e apoia solução pacífica

    Internacional

    Biden diz que ajudará a ‘reconstruir Gaza’ e apoia solução pacífica

     

Trégua

 

Israel e o grupo Hamas clamaram vitória nesta sexta-feira (21) depois de suas forças encerrarem 11 dias de combates, mas autoridades humanitárias alertaram que levará anos para reparar os danos em Gaza.

Enquanto palestinos e israelenses começavam a avaliar a extensão dos estragos, um morador de Gaza disse que seu bairro parecia ter sido atingido por um tsunami. “Como o mundo pode se chamar de civilizado?”, indagou Abu Ali ao lado dos destroços de um bloco de torres de 14 andares.

Autoridades palestinas estimam o custo da reconstrução de Gaza em dezenas de milhões de dólares, e economistas disseram que o confronto pode prejudicar a recuperação econômica israelense da pandemia de covid-19.

Mais cinco corpos foram retirados dos escombros em Gaza, o que eleva o total de mortes a 248, incluindo 66 crianças, e os feridos passam de 1.900.

Os militares israelenses disseram que um soldado de seu país foi morto, além de 12 civis, e centenas de pessoas foram tratadas de ferimentos resultantes de ataques com foguetes que causaram pânico e fizeram as pessoas fugirem para abrigos até em locais distantes como Tel Aviv.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, fez um discurso na televisão aos israelenses, dizendo que a operação prejudicou a capacidade do Hamas de lançar mísseis contra Israel.

Ele disse que Israel destruiu a extensa rede de túneis do Hamas, suas fábricas de foguetes, laboratórios de armas e instalações de armazenamento, e matou mais de 200 militantes, incluindo 25 figuras importantes.

“O Hamas não pode mais se esconder. É uma grande conquista para Israel”, afirmou ele.

Já o chefe do Hamas, Ismail Haniyeh, considerou a batalha uma resistência bem-sucedida a um inimigo militar e economicamente mais forte.

“Vamos reconstruir o que a ocupação (Israel) destruiu e restaurar nossas capacidades”, disse ele, “e não abandonaremos nossas obrigações e deveres para com as famílias dos mártires, dos feridos e daqueles cujas casas foram destruídas.”

Jornal Lagoa News
Paulo da Costa
Jornalista e escritor, repórter do Jornal Lagoa News.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.