Confira sete links para estudar inglês de graça 

confira-sete-links-para-estudar-ingles-de-graca 
Jornal Lagoa News

Estudantes que pretendem estudar inglês e não podem fazer um curso particular tem a chance de aprender o idioma por meio de aplicativos, sites, plataformas e canais no Youtube. O R7 fez uma seleção de sete links para facilitar a vida dos estudantes

O canal da professora Carina Fragoso,  uma das professoras do projeto R7 Ensina, é uma boa opção para quem quer aprender. Com mais de 1,4 milhão de seguidores, ela dá dicas de gramática, mas de situações práticas como falar ao telefone, fazer compras em um supermercado ou as frases mais usadas em viagens

É possível estudar pelo canal no Youtube ou mesmo pelo aplicativo. O Babbel tem foco em estudantes que ainda que não são nativos no idioma e oferece lições a partir de diálogos reais

Assim como o TED, uma organização sem fins lucrativos que busca divulgar ideias por meio de conversas e apresentações, o canal de educação TED-Ed no Youtube segue o mesmo modelo. A propposta é ensinar estudantes por meio de animações. Ideal para quem já tem algum conhecimento da língua e pretende aperfeiçoar o seu conhecimento

Outro canal em inglês é o Learn English with Let’s Talk. A proposta é ajudar o estudante a pensar em inglês e falar com fluência, combinando lições em áudio e vídeo

Um jeito de ampliar vocabulário e conhecimentos gerais é acompanhar os vídeos de canais que não sejam apenas de aula. O SciShow reúne curiosidades sobre as ciências da natureza

Duolingo é uma plataforma de ensino de idiomas que compreende um site, aplicativos para diversas plataformas e também um exame de proficiência. É possível baixar no Android ou IOS

Para quem quiser fazer um “intercâmbio virtual” , vale conhecer o site ESL Video, que também oferece quizz e material virtual

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.