Botafogo tem desfalques na defesa para clássico contra o Flamengo, mas pode ter retorno ou novidade no setor

Jornal Lagoa News
Lance

Lance
Lance

O Botafogo terá um dos seus maiores desafios do primeiro turno do Brasileirão neste domingo. No Estádio Mané Garrincha, o Alvinegro enfrenta o Flamengo, às 11h, pela quinta rodada da competição. Além de enfrentar um rival em confronto direto, o Glorioso tem dois desfalques importantes no setor defensivo. Sem Philipe Sampaio e Carli, Luís Castro tem a missão de reorganizar a zaga sem muitas opções. Por outro lado, Kanu tem chances de retornar aos gramados.

DESFALQUES
​Joel Carli está a uma partida de fazer história no Botafogo. Se atuasse contra o Flamengo, o argentino se tornaria o estrangeiro a disputar mais partidas pelo Alvinegro. Um dos líderes na equipe, o zagueiro dá conta do recado dentro de campo, mas vem de lesão.

Em março, o jogador sofreu um edema ósseo no tornozelo direito. Apesar de ter voltado a treinar sem limitações junto ao elenco, ele não irá participar da rodada, visto que está sem atuar há quase dois meses e ainda não tem condições de jogo.

Na última rodada, Philipe Sampaio também sofreu uma lesão. O jogador machucou o ligamento colateral medial do joelho direito e não tem previsão de retorno. Reforço para a temporada, o defensor conquistou a titularidade, ao lado de Kanu, e vinha sendo regular nas atuações.

+ Com Luís Castro, Botafogo aumenta desarmes e dobra interceptações em relação ao Carioca

Contudo, no empate com o Juventude, o jogador cometeu uma falha dupla que acabou culminando no gol adversário. Neste dia, Sampaio já saiu do Estádio Nilton Santos usando uma bota ortopédica, e interrompeu a sequência com a bronca da torcida.

CHANCE DE RETORNO
Kanu, que se lesionou no empate em 1 a 1 com o Atlético-GO, ainda é dúvida. Nesta semana, o atleta treinou com o restante do elenco e a expectativa para seu retorno ao time é grande. Segundo dados do ‘Sofascore’, o camisa 4 alvinegro é o zagueiro com mais gols na Série A do Campeonato Brasileiro. Além disso, tem 87% de acerto nos passes, recuperou 60 bolas, fez 20 interceptações e deu 12 desarmes.

Veja a classificação da Série A do Brasileirão

O jogador é uma peça importante para o Glorioso e, por isso, devido ao grande número de desfalques, Kanu pode voltar aos 11 iniciais, em razão da consistência defensiva dada ao setor, juntamente com o faro de gols na bola aérea do Botafogo.

OPORTUNIDADES
​Ainda que Kanu não atue, o técnico Luís Castro tem opções no banco de reservas. Klaus, contratado para a temporada, ainda não estreou pelo Alvinegro. Victor Cuesta, que chegou já na “Era Textor”, fez apenas dois jogos até agora e pode oferecer a experiência necessária para disputar um clássico. Além deles, há ainda Lucas Mezenga, que disputou quatro jogos e marcou um gol no Carioca, e Kawan, cria da base alvinegra.

A tendência é que o argentino seja titular e a dor de cabeça ficará por conta da outra vaga. Portanto, o Mister vive um dilema para escalar a zaga botafoguense para seu primeiro clássico: o retorno de Kanu ou apostar na juventude para conquistar três pontos e ultrapassar o rival na tabela.

*Estagiários sob a supervisão de Hugo Mirandela

Jornal Lagoa News
Paulo da Costa
Jornalista e escritor, repórter do Jornal Lagoa News.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.