Bolsonaro diz que poderá vetar projeto que combate as fake news: “acho que não vai vingar este projeto não”

Rubens Britto - Brasil 247

Jornal Lagoa News

Projeto de lei que trata do combate as fake news foi aprovado nesta terça-feira (30) pelo Senado. Texto ainda será votado pela Câmara e, caso seja aprovado sem alterações, seguirá para o veto ou sanção de Jair Bolsonaro.

247 – Jair Bolsonaro disse, nesta quarta-feira (1), que poderá vetar o projeto de lei que trata das fake news e que foi aprovado pelo Senado na terça-feira. “Acho que, na Câmara, vai ser difícil aprovar. Agora, se for [aprovado], cabe a nós ainda a possibilidade do veto. Acho que não vai vingar este projeto não”, disse Bolsonaro a um grupo de apoiadores na entrada do Palácio do Alvorada, segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo.

O projeto, que representa um derrota para o governo, o foi aprovado por 44 votos favoráveis contra 32 contrários à regulamentação do assunto. Caso o projeto seja aprovado sem alterações pela Câmara, caberá a Bolsonaro sancionar ou vetar o texto.

“Falei com o senador que votou favorável, ele falou que como estava na [sessão] virtual, se equivocou. Assim deve ter acontecido com outros”, disse Bolsonaro sobre o assunto.

“Tem que ter liberdade. Ninguém mais do que eu é criticado na internet e nunca reclamei. No meu Facebook, quando o cara faz baixaria, eu bloqueio. É um direito meu”, completou.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.