Barbados se prepara para deixar tutela britânica e virar República

barbados-se-prepara-para-deixar-tutela-britanica-e-virar-republica
Jornal Lagoa News
Príncipe Charles em encontro com a presidente eleita de Barbados, Sandra Mason

Príncipe Charles em encontro com a presidente eleita de Barbados, Sandra Mason

Toby Melville/Reuters – 28.11.2021

Barbados se preparava nesta segunda-feira (29) para remover a rainha britânica Elizabeth 2ª da condição de chefe de Estado e se tornar uma República, enquanto rompe laços imperiais 400 anos depois da chegada dos primeiros navios ingleses à ilha caribenha.

O príncipe britânico Charles chegou na noite de domingo (28) para participar da cerimônia de posse da presidente eleita, Sandra Mason, em substituição à rainha Elizabeth, uma medida para encerrar os vestígios finais de um sistema colonial que se estendia pelo mundo.

A primeira-ministra, Mia Mottley, líder do movimento republicano de Barbados, vai ajudar a liderar a cerimônia. Mottley conquistou as atenções do mundo todo ao denunciar os efeitos das mudanças climáticas nas pequenas nações caribenhas.

“Acredito que muito disso seja um colonialismo decadente e que já deveria ter acabado há muito tempo”, disse um sapateiro da cidade de Bridgetown. “Estou radiante.”

Uma celebração que inclui música e danças de Barbados iria começar às 20h (horário local), com a posse de Mason pouco depois da meia-noite, coincidindo com o Dia de Independência de Barbados.

O príncipe Charles fará um discurso em que vai ressaltar a continuidade da amizade entre os dois países apesar da mudança no status constitucional. Barbados vai permanecer integrando a Commonwealth, um grupo de 54 países que se estende pela África, Ásia, Américas e Europa.

 

Jornal Lagoa News

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.