Argentinos protestam contra o escândalo das vacinas ‘vip’

argentinos-protestam-contra-o-escandalo-das-vacinas-‘vip’
Jornal Lagoa News
Vacinação para os ‘vips’

 

Argentinos se revoltam Argentinos se revoltam  –  EFE/ Juan Ignacio Roncoroni

As ruas de Buenos Aires se transformaram neste sábado (27) no epicentro de protestos contra o governo em meio a um forte polêmica sobre pessoas que se vacinaram contra a covid-19 de maneira privilegiada, na chamada “vacinação vip”.

Os protestos ocorreram em diversos pontos do país, embora a maior onda de revolta foi mesmo na capital. Em Buenos Aires, os manifestantes lotaram a emblemática Plaza de Mayo, em frente à Casa Rosada, sede do governo, e outras áreas do centro da cidade.

“Houve vacinação ‘vip’ para pessoas de La Cámpora (grupo de jovens pró-Kirchner). E aos pobres velhos que estão morrendo, não lhes deram nada. Eles foram roubados e não tem outra explicação para isso, por isso estamos protestando, para que todos renunciem”, disse Carlos Alberto Moreno, um dos manifestantes, à EFE neste sábado (27).

“As pessoas se mobilizaram por estarem indignadas. Sim, faltam vacinas, mas o que sobra é a imoralidade política do governo”, disse o deputado Mario Negri, presidente da Unión Cívica Radical ao canal TN.

Outras personalidades juntaram-se aos protestos, como o ator Luis Brandoni, conhecido por se opor ao governo argentino atual, que afirmou que é uma “vergonha” o que aconteceu com as vacinas sendo aplicadas àqueles que furaram a fila de prioridades.

Além do escândalo das vacinas, a população protestou por outros temas ligados ao governo, como a corrupção. O povo acusa especialmente a vice-presidenta Cristina Fernández, que responde a inúmeros processos judiciais abertos por esse motivo.

“Neste sábado, marcharemos em paz, pela angústia dos idosos, pelo sentimento de injustiça dos que estão na linha de frente contra a covid-19 e pela indignação que provoca a ‘oligarquia kirchnerista’ se apropriando das vacinas dessa forma. A essa nova mobilização popular, eu vou”, disse Patricia Bullrich, presidenta da Propuesta Republicana.

Vacinação para os ‘vips’

 

Na semana passada, tornou-se público o escândalo que ficou conhecido na Argentina como “vacinação vip”, que ofereceu a várias personalidades alinhadas ao governo a vacina contra a covid-19, passando na frente da fila dos grupos prioritários, como idosos e trabalhadores da linha de frente contra a pandemia.

Por conta disso, o ex-ministro da Saúde argentino, Ginés González García, renunciou ao cargo e em seu lugar assumiu Carla Vizzotti.

O próprio governo divulgou uma lista com 70 pessoas que furaram a fila da vacinação. Entre elas, está o ex-presidente Eduardo Duhalde, sua família e governantes peronistas, como Carlos Zannini e Daniel Scioli.

Jornal Lagoa News
Rubens Britto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.